segunda-feira, 17 de abril de 2017

Keep calm, teacher !

Keep calm, teacher !



PROFESSOR... Essa é uma das profissões que mais gosto e mais admiro ! Se eu pudesse, seria professora.  Mas eu não queria ser apenas aquela professora que apenas vai lá, ensina o que tem que ser ensinado e fim. Não. Eu queria ser uma professora que marcasse a vida dos meus alunos, positivamente, de alguma forma. Queria ser aquela professora que fizesse eles lembrar de mim pra sempre. Queria ser mais do que uma professora. Queria ser uma amiga. Uma conselheira, uma ajudante, alguém com quem contar. Alguém pra dar conselhos, dicas, truques, que os ajudasse sempre. Queria que eles me procurassem sempre que precisassem...
Mesmo não tendo um diploma em mãos, eu já fui professora e vi como é agradável e prazeroso ensinar !
Eu fiz curso de espanhol. Sou formada. Na época em que eu cursava, eu também tinha espanhol na escola e sempre ensinava meus colegas de classe que tinham dificuldades. Era muito bacana !
Eu também pratico o esporte Taekwondo, que é uma arte marcial,  e sou quase faixa preta (sou faixa vermelha ponta preta) e já dei muita aula !
Uma vez, lá na academia, ensinei um garotinho que tinha uns 10 anos de idade que não sabia amarrar a própria faixa na cintura, por ele ser um dos iniciantes. Com muita paciência e carinho, ensinei ele a amarrar a faixa várias vezes e quando finalmente ele aprendeu, fiquei muito feliz !
Em uma outra ocasião, ensinei uma garotinha de 7 anos a fazer as coisas da faixa dela (laranja) e fiquei feliz em ter conseguido ajudar a menina.
Foram inúmeras vezes que ensinei, ajudei e que fiquei extremamente feliz, mas se eu contar tudo aqui, não vai caber. Tenho muita história pra contar !



Minha mãe ama estudar. Por isso, ela fez o curso superior de Pedagogia, e quando se formou, foi fazer outro curso, Química. Infelizmente parou e começou a cursar Biologia. Uma das matérias que ela mais tem dificuldades é Matemática, e por ser minha matéria preferida, eu sempre ensinei ela, pra que ela tirasse boas notas nas provas e nos trabalhos.

Com certeza, eu já tive vários professores que marcaram a minha vida positivamente, de alguma forma. No segundo ano do ensino médio, eu tive um professor de Espanhol, que se tornou um professor muito especial pra mim. Graças a ele, conheci MEU AMOR E MEU ÍDOLO JOHNNY DEPP, e também, ele mostrou meus desenhos e trabalhos pra uma professora de uma escola de desenhos e ela me presenteou com uma pasta de desenhos novinha, pra eu colocar todos os meus desenhos.
Eu também já tive duas professoras que são irmãs e que são maravilhosas. Elas me davam aula particular e toda vez que eu fazia toda a tarefa e acertava tudo, elas me presenteavam com alguma coisa. O jeito delas ensinar é maravilhoso, eu aprendia tudo muito rápido e entendia tudo 100%. Eles explicavam tudo com carinho, atenção, e as vezes de forma engraçada. Eu me divertia muito com elas ! Elas marcaram minha vida também.



Mas, porém, todavia, contudo, hahahahaa, nem tudo são flores né?
Quem nunca teve aquele professor chato, mal humorado, que sempre está de cara fechada e parece que está dando aula por obrigação e não por amor a profissão ?
Tem professores que até chegam a nos dar um certo medo !
No ensino médio, eu tive uma professora de filosofia que dava medo em todo mundo e nunca vi alguém gostar dela. Ela sempre chegava muito séria na sala, nunca sorria, nos dava medo, não nos dava muita liberdade de expressão e implicava com todos. Gritava, batia na mesa, bufava também.



Agora é sua vez. Pare e reflita... Pense naqueles professores que marcaram a sua vida de alguma forma positivamente. Pense naquele seu professor legal, que ensina muito, que é divertido e que te marcou. Também pense naquele professor que você detestava, que era chato, que era mal humorado, que te dava medo, que implicava com você e com seus colegas... Quem nunca teve esses dois tipos de professores ??



O meu objetivo nesse texto é passar um recado pra quem é professor, pra quem pretende ser professor ou simplesmente fazer você lembrar se já tem ou se já teve experiências como as minhas com relação aos professores.
Por isso, agora eu vou contar o que me aconteceu hoje.
Hoje eu saí da aula com muita raiva e quase chorando. As lágrimas estavam presas nos meus olhos, mas só soltei elas quando cheguei em casa.
Tenho um professor que sempre me deixa em situações péssimas e resolvi desabafar aqui no meu Blog.
Por questões de ética, não vou falar o nome dele, do que ele da aula, e aonde, porque senão vai ficar ''muito cara'', caso algum colega meu leia esse texto. Mas ele não é professor de escola, nem de faculdade. Ele é professor de um ''CURSO'' que faço.
Tudo começou quando eu cheguei lá, encontrei com minha colega de classe e comecei a conversar com ela sobre o que fizemos no final de semana. 
Conversamos bastante, até que o tal professor intrometeu na NOSSA CONVERSA e começou a dar palpites, opiniões e jogar piadinhas chatas. Pra ser mais curta e grossa,ele intrometeu na nossa conversa pra ENCHER O SACO ! Eu odeio isso. Isso me deixa extremamente irritada. Odeio quando estou conversando com uma pessoa e do nada uma outra pessoa intromete na MINHA conversa, dando pitaco, intrometendo, enchendo, perturbando. Eu não fiz nada, EU RESPEITO meu professor, mas da uma vontade de dizer a eles umas ''poucas e boas'' pra ele, viu?? Não é a primeira vez que ele faz isso. Ele já fez isso comigo várias e várias vezes e sempre o vejo intrometendo na conversa dos outros. Não é só comigo não.
Quem nunca se irritou com um professor, não fez nada, mas mentalmente deu uma vontade de dizer umas verdades ?


 Aqui no meu blog posso dizer sobre ele, claro, sem citar nome, mas esse meu professor é um CHATO, IRRITANTE, INTROMETIDO E MUITO ENXERIDO ! Sabe aquela vizinha ou prima ou tia chata e  fofoqueira que fica bisbilhotando a vida dos outros ? Meu professor é tipo isso. A gente nunca consegue ter uma conversa em paz, que ele vai lá e intromete. É um saco. Me deixa MUITO irritada !!
Isso foi só o começo, porque durante a aula, piorou.
Eu tenho dificuldades em aprender certas coisas. Eu sou desatenta, desastrada e atrapalhada as vezes. Mas não faço de propósito, tenho dificuldades MESMO. As vezes, quando uma pessoa me fala uma coisa, eu entendo outra. Ou então, quando uma pessoa me explica uma coisa, eu não consigo entender mesmo prestando muita atenção. Eu também não aprendo as coisas de uma vez só. Comigo tem que ser tim tim por tim tim, senão eu não aprendo. Comigo é na base do 1+1 pra depois chegar no 99 + 53 - 64 x 37...! Eu não consigo captar tudo de uma só vez.

Meu professor é impaciente. Tem dias que ele fica tão impaciente, que ele chega a ser grosso, ríspido, e fala alto e acabo ficando com medo e sem graça. Hoje ele me ensinou uma coisa lá e eu não estava entendendo nada. Isso estava deixando ele muito impaciente e eu, com medo, fingi que entendi e larguei pra lá.;  ATÉ BURRA EU ME SENTI, MAS sei que tenho dificuldades. Não sou burra, apenas demoro um pouco pra ''sacar'' as coisas, mas tem gente que já aprende as coisas com mais rapidez. Infelizmente não sou assim.                  
Já perdi as contas de quantas e quantas dúvidas já saí da aula dele, e no dia seguinte ele me cobra um monte de coisa e eu fico lotada de dúvidas. É um baita sufoco !



Então vocês pensam :
''Mas se você tem tanta dificuldade, fale pro seu professor ser mais calmo e paciente ou pede pra outra pessoa explicar ou procura na internet! ''
Não dá. Tem vezes que nem tenho coragem de chegar perto do meu professor e ser honesta assim. Ele me da medo justamente por causa da impaciência dele. Eu deixo pra lá pra evitar dores de cabeça e nem sempre meus colegas podem me ajudar porque não sabem me ensinar tal coisa. Eu tenho as seguintes saídas : buscar na internet (que infelizmente NEM SEMPRE TEM) ou então pedir ajuda pra colegas que podem me ajudar, mas essas pessoas que sabem e que podem me ajudar, fazem aula a noite e eu durante o dia. O jeito é eu procurar outros professores ou ir na aula a noite pra pedir ajuda pros alunos que podem me ajudar. Mas pedir ajuda diretamente pro meu professor? NÃO DÁ ! 



Pra finalizar!

O recado que eu queria deixar nesse post todo é : se você é professor, queria dizer duas coisas. Primeiro :  evite intrometer nas conversas dos seus alunos. Não é legal. Não gostamos disso. A não ser que você entre na conversa COM EDUCAÇÃO, pra AJUDÁ-LOS, ENSINÁ-LOS, ou até mesmo pra consolá-los, dependendo do assunto, mas não entre na conversa pra perturbar, dar suas opiniões, soltar piadas, rir e coisas desse tipo. Uma vez, esse meu professor, viu minha tatuagem nova e disse : ''CREDO, NÃO SEI PORQUE GASTOU DINHEIRO COM ESSA PORCARIA!'' Ao ouvir isso, fiquei mal. Fiquei triste. Fiquei ARRASADA ! Saí de lá com a cara no chão. A tatuagem que tenho, tem um significado muito importante pra mim, foi um dos melhores presentes que já ganhei e meu professor soltou isso num péssimo momento. Pra que ele foi se INTROMETER AONDE NÃO DEVIA ?? Acredito que ele não falou por maldade, mas EU FIQUEI ARRASADA porque eu estava num dia ruim, cansada, e aí ouvi uma bomba dessa vindo dele. Jamais pensei que meu professor falaria uma coisa dessas. Ele vive falando de RESPEITO. Respeito é a palavra que ele mais fala e usa durante as aula e ele não agiu com respeito comigo. VÁRIAS VEZES ! Aliás eu acho que ele vive falando de respeito, mas poucas vezes põe em prática. Eu tinha uma melhor amiga que morava no Rio de janeiro e contei essa história pra ela e ela ficou surpresa, pois ela tem tatuagens importantes também ! Fiquei tão arrasada naquele dia, que saí do ''CURSO'' e fiquei meses longe e sem fazer aulas. Pode parecer que sou fraca e muito boba, que não deveria ter ligado, que eu deveria ter deixado pra lá e fim, mas nessa ''altura do campeonato'', já estava cansada desse meu professor. Paciência tem limite. Esse jeito dele me incomodava tanto que estava virando uma bola de neve. Eu já estava SUFOCADA do jeito dele. Nesse dia em que ele falou da minha tatuagem, foi só MAIS UM motivo pra eu ter saído do ''curso'' e ter ficado meses fora de lá.
Segundo; Professores, por favor, também tenham paciência ! Muitas das vezes, o seu aluno não está aprendendo porque não quer, talvez seja porque ele tenha DIFICULDADES MESMO! Basta perceber quem quer aprender e quem não está nem aí pras aulas. Eu tento ser super dedicada, peço ajuda sempre, então achei desnecessária a rispidez do meu professor. Mas É O JEITO dele, e compreendo. Não é pessoal. Ele É UMA PESSOA ASSIM E COM TODOS, mas tem dias que isso afeta muito meu emocional e fico desanimada em ir para as aulas dele.
Por AFETAR MEU EMOCIONAL, muitas das vezes, eu acabo não fazendo uma boa aula, as vezes fico com vontade de chorar no meio da aula, fico sem graça, fico envergonhada e as vezes ME SINTO BURRA, DESAJEITADA, INCAPAZ... ! Conheço DIVERSOS amigos que já saíram do ''curso'' do por causa dele. Acham ele chato demais. Uma vez, uma amiga minha quase chorou na frente dele.
E como falei acima, já fui pra casa com diversas dúvidas na cabeça, COM MEDO do meu professor, porque conheço o jeito dele ensinar e explicar as coisas.
Esse texto foi apenas um desabafo. Não quero dar lição de moral pra ninguém, mas creio que alguém vai me entender quando ler esse texto, pois com certeza tem gente que já passou o que passei. Como disse acima, eu já desisti do tal ''curso'' diversas vezes, por causa dele, mas voltei para as aulas e não quero desistir porque quero muito completar esse curso. É um sonho que tenho.
Claro que tem alunos que vão pra aula (seja lá do que for) por obrigação, porque os pais obrigam, ou porque não estão nem aí.
Mas tem em muitos alunos como eu, que demoram pra aprender algo por DIFICULDADES, mesmo fazendo esforço pra prestar atenção e aprender. E outros alunos que assim como eu, não conseguem aprender tudo de uma vez, tem que ser de grão em grão.



Esse texto vale pra professores de balé, dança, violão, karatê, judô, teatro, matemática, inglês, natação, japonês, coreano, alemão, culinária, Jazz...TUDO !
E vocês? tem professores legais que marcaram a sua vida? Tem professor igual ao meu? Ou pior ? Deixe tudo nos comentários aqui embaixo. Vamos trocar ideias.

Espero que todos sejam compreensivos e que esse texto, de alguma forma, toque no coração de algum professor chato, mal humorado ou impaciente, rsrsrsrsrsrs.....
Até o próximo post !!!!





Nenhum comentário:

Postar um comentário